Segundo ele, será mantido o compromisso de dar aos parlamentares um prazo de 10 sessões a partir de 7 de maio

O presidente da comissão especial da reforma da Previdência, deputado Marcelo Ramos (PR-AM), disse que o prazo total para a apresentação de emendas à proposta será de 13 sessões.

Um acordo inicial chancelado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), previa um prazo de dez sessões a partir do dia 7 de maio, quando os deputados retornam do feriado e haverá a primeira reunião de trabalho da comissão.

Mas o plenário da Câmara completou quórum nesta terça-feira para realizar sessão, o que fez com que o prazo começasse a contar ainda hoje.

Ramos descartou qualquer descumprimento de acordo por parte de Maia. “São coisas que acontecem”, disse o presidente da comissão, afirmando ainda ser positivo o fato de haver deputados interessados em trabalhar numa véspera de feriado.

“Maia não é de romper acordos, por isso é tão respeitado no Parlamento”, afirmou.

Segundo ele, será mantido o compromisso de dar aos parlamentares um prazo de 10 sessões a partir de 7 de maio, o que resultará no total de 13 sessões. Ramos disse que o regimento permite a flexibilização.
Fonte: DCI