O governo Jair Bolsonaro estuda abrir mão de parte de sua proposta de reforma tributária e apresentar ao Congresso uma versão reduzida. Ideia colocada em discussão no Ministério da Economia nesta segunda-feira (26) prevê que sejam apresentados ao Legislativo apenas o novo tributo nos moldes da extinta CPMF e uma reforma do IR (Imposto de Renda).

O ministro da Economia, Paulo Guedes, se reúne na manhã desta terça-feira (27) com o secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra. Auxiliares do ministro afirmam que ainda nesta terça deve ser batido o martelo sobre o formato da reforma.

Guedes e Cintra se reuniram nesta segunda com o presidente JairBolsonaro. No encontro, foram apresentados pontos da proposta do governo. A diretriz principal é não disputar protagonismo com o Congresso e buscar um texto conciliatório.

A interlocutores, Cintra vem argumentando nas últimas semanas que a proposta do governo tem dois diferenciais em relação aos projetos que já tramitam no Congresso: a reforma do Imposto de Renda e a contribuição sobre transações financeiras.
Fonte: Folha de S.Paulo