O ministro participou de encontro com o presidente Michel Temer neste sábado

POR O GLOBO – 

BRASÍLIA – O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse neste sábado, após encontro com o presidente Michel Temer no Palácio do Jaburu, que a prioridade total do governo estará voltada, a partir de agora, em aprovar a reforma da Previdência em outubro.

— Decidimos retomar com toda a ênfase a reforma da Previdência, e é importante que se faça agora, de maneira que possamos entrar no ano que vem com a reforma feita e principalmente com a confiança na recuperação econômica consolidada — disse Meirelles.

Perguntado se ele próprio pleiteava uma candidatura a presidente, o ministro riu e desconversou, dizendo que apenas acha que é “do interesse de todos”, de uma forma ou de outra, estarem no poder em 2019:

— Disse essa questão daqueles que pleiteiam 2018 exatamente porque é importante mencionar que é do interesse de todos, todas as linhas políticas têm expectativa, de uma forma ou de outra, de participarem do processo eleitoral e estarem no poder a partir de 2019, por isso é do interesse de todos que a reforma seja aprovada.

O ministro disse acreditar que a reforma pode ser votada em outubro, calendário considerado otimista por interlocutores do governo:

— A ideia é outubro, nossa linha de ação hoje é votação em outubro sim — afirmou Meirelles.