Câmara rejeitou destaques ao concluir votação sobre terceirização

898
Entre os destaques rejeitados está um que pedia a retirada do ponto que possibilita a contratação de temporários para substituir grevistas